Anoreg/BR: ENNOR realiza censo acadêmico com profissionais de Direito Notarial e de Registro


Com o propósito de conhecer os notários e registradores que são pós-graduados, quer seja lato sensu ou stricto sensu, a Escola Nacional de Notários e Registradores (ENNOR) realiza um censo acadêmico para selecionar professores da própria classe que possam colaborar com as iniciativas da Escola e para construir uma base de dados sobre os profissionais

Com o propósito de conhecer os notários e registradores que são pós-graduados, quer seja lato sensu ou stricto sensu, a Escola Nacional de Notários e Registradores (ENNOR) realiza um censo acadêmico para selecionar professores da própria classe que possam colaborar com as iniciativas da Escola e para construir uma base de dados sobre os profissionais.
 
A intenção é de se construir uma base estruturada com possíveis nomes dispostos a ministrar aulas, palestrar, escrever artigos, livros ou que simplesmente possam realizar pesquisas. A ENNOR conta com a participação de toda atividade notarial e de registro para obter um cadastro de excelência com especialistas, mestres e doutores.
 
A Escola foi criada em 2012, pela Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR) e pela Confederação Nacional dos Notários e Registradores (CNR), com o objetivo de aprofundar o estudo em Direito Notarial e de Registro.
 
De forma específica, os cursos têm como objetivo preparar profissionais que desejam conhecer mais sobre os serviços prestados pela atividade de notas, protesto e de registros públicos, uma vez que estes não constam nas grades curriculares das Universidades, sendo direcionado principalmente aos titulares, substitutos e funcionários, bem como à sociedade em geral interessada na matéria específica.
 
Os interessados em participar do censo deve preencher o Formulário  e enviá-lo à Secretaria da ENNOR.
 

Leia Também


HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Prezado Usuário,Em relação às medidas restritivas estabelecidas de 18/03 a 28/03/2021 pelo DECRETO ESTADUAL PE Nº 50.433, DE 15 DE MARÇO DE 2021, informamos que os cartórios são serviços públicos delegados pelo Poder Judiciário Estadual e, portanto, en [...]

continuar lendo

Plenário veda indisponibilidade de bens dos devedores da Fazenda Pública, mas admite averbação

Por decisão majoritária, o Supremo Tribunal Federal (STF) vedou a possibilidade de a Fazenda Nacional tornar indisponíveis, administrativamente, bens dos contribuintes devedores para garantir o pagamento dos débitos fiscais a serem executados. No entant [...]

continuar lendo

Cartórios de Registro de Imóveis contabilizam crescimento de até 190% nas solicitações eletrônicas durante pandemia

Entre abril e setembro deste ano, os cartórios de Registro de Imóveis mineiros registraram um grande aumento na busca por serviços digitais. A média mensal de pedidos de certidões pela Central Eletrônica de Registro de Imóveis de Minas Gerais (CRI-MG) foi [...]

continuar lendo