Registro Civil de Pessoas Naturais e CGJ de PE realizam casamento coletivo com mais de 150 casais

Na manhã de hoje (8/8) a Corregedoria Geral da Justiça promoveu um casamento coletivo, gratuito, para 150 casais. Os nubentes compareceram ao Centro Integrado da Família, no Bairro Lídia Queiroz, em Vitória de Santo Antão, para oficializarem seu casamento. O evento fez parte do programa Justiça Eficiente, e contou o apoio da Arpen (Associação dos Registradores de Pessoas Naturais) e da Secretaria Municipal de Assistência Social do município. Quase 500 casamento já foram realizados desde o início da gestão do corregedor geral da Justiça, desembargador Fernando Cerqueira.

Ao abrir os trabalhos, o corregedor geral da Justiça saudou a todos presentes e destacou que o Justiça Eficiente, além de buscar contribuir para o andamento dos processos judiciais, também realiza um trabalho de cunho social: “É inegável a importância da união ser reconhecida formalmente, além de trazer inclusão social traz uma maior segurança jurídica para o casal”. Após breve palavra sobre a relevância dessa oficialização, Cerqueira desejou a todos os casais muitas felicidades.

Para Zandramar Ruiz, secretária de Ação Social do município muitos ali não teriam outros meios de oficializar a união: “é de máxima importância porque a gente vem contribuir para a inclusão social (...) é a concretização de um sonho para muitos aqui”. É o caso de Maria Geane e Erisberto, juntos há 6 anos, que viram na oportunidade uma resposta de divina sua sua situação, “é uma alegria para mim e para ela, hoje estou realizando mais um sonho na minha vida”, declarou Erisberto ao lado de sua noiva emocionada. A felicidade do jovem casal também estava estampada em casais de diversas faixas etárias, alguns que estavam juntos há mais de 30 anos, como Josefa Amélia e José Miguel, de Pirituba, e  Luciene e João Vicente, ambos os casais destacaram que há muito esperavam uma oportunidade como essa.

A juíza Maria Betânia Rocha, titular da 1ª Vara Cível da comarca, celebrou o casamento. “O casamento tem como objetivo unir formalmente aqueles que já estão unidos emocionalmente”, pontuou a magistrada que finalizou afirmando que “para escolher crescer e amadurecer juntos, a pessoa que está ao seu lado deve estar com você em todos os momentos: bons ou maus”. Um casal foi escolhido para representar os 150 casais presentes, repetindo os votos. Todos disseram sim e trocaram alianças.

Também compuseram a mesa, além do desembargador Fernando Cerqueira, a juíza assessora especial da Corregedoria Fernanda Chuahy, o juiz corregedor da 2ª entrância Paulo Victor, o prefeito da cidade Aglailson Júnior, a secretária de ação social Zandramar Ruiz, Natanael Figueiredo, presidente da Arpen-PE, os juízes da 1ª, 2ª e 3ª varas cíveis da comarca, Maria Betânia Rocha, Rodrigo Teixeira e Hugo Vinícius Jiménez, respectivamente, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores Edmilson Zacarias, Carlos Roma, do Colégio Notarial do Brasil, e demais autoridades presentes.

 

“Justiça Eficiente: conciliando gestão eficaz e cidadania” -  o casamento ocorrido em Vitória de Santo Antão faz parte do programa, cuja finalidade é o apoio, capacitação e implemento de gestão processual e cartorária junto às unidades judiciárias de 1º grau que apresentam elevado acervo, fomentando a prática da conciliação como meio adequado de solução dos litígios, com redução do tempo médio de duração processual e, por conseguinte, da taxa de congestionamento. Mais de 13 mil atos já foram praticaticados em quatro meses de programa, contribuindo para uma resultados mais rápidos na Justiça estadual. O programa também conta com campanhas que irão aproximar a Corregedoria da população, promovendo cidadania. A medida integra o plano de ações do corregedor geral, desembargador Fernando Cerqueira, que tem como meta um Judiciário ágil e eficaz.

 

---

Texto: Natalie Jesus | Ascom CGJ

Fotos: Alesson Freitas | Agência Rodrigo Moreira

Leia Também


Plenário veda indisponibilidade de bens dos devedores da Fazenda Pública, mas admite averbação

Por decisão majoritária, o Supremo Tribunal Federal (STF) vedou a possibilidade de a Fazenda Nacional tornar indisponíveis, administrativamente, bens dos contribuintes devedores para garantir o pagamento dos débitos fiscais a serem executados. No entant [...]

continuar lendo

Cartórios de Registro de Imóveis contabilizam crescimento de até 190% nas solicitações eletrônicas durante pandemia

Entre abril e setembro deste ano, os cartórios de Registro de Imóveis mineiros registraram um grande aumento na busca por serviços digitais. A média mensal de pedidos de certidões pela Central Eletrônica de Registro de Imóveis de Minas Gerais (CRI-MG) foi [...]

continuar lendo

CAROS USUÁRIOS

CAROS USUÁRIOS,A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA 26/10/2020, O ATENDIMENTO PRESENCIAL SERÁ REALIZADO APENAS POR AGENDAMENTO PRÉVIO PELO NOSSO WHATSAPP (81) 98709-2463 OU TELEFONE (81) 3132-9191. RESSALTAMOS QUE O ATENDIMENTO VIA WHATSAPP ESTÁ SENDO REALIZADO NORMALM [...]

continuar lendo